Biografia
Cordel
Xilogravura
Teatro de Mamulengos
Poesia
Música
Oficinas
Camelô do Riso

PÁGINA INICIAL

 
 

O Camelô do Riso: Um Contador de Histórias

ARGUMENTO        

O camelô é um artista de rua. Um ator, que para vender seus produtos, usa as mais incríveis formas de representação. Um homem do povo, que conhece os costumes e a linguagem popular. Que tem o dom da palavra e se comunica com uma facilidade de fazer inveja aos que estudam  comunicação.

O camelô vende de tudo, usando argumentos incontestáveis. Sua força esta na fala e na habilidade com que manuseia os produtos que vende. É um humorista, um mágico, um fanfarrão. Sempre cercado de curiosos, que passam horas escutando sua prosa, e geralmente compram o produto apresentado.

O camelô é um elemento vivo da nossa cultura e está em plena atividade do norte ao sul desse País. O nordeste é o berço dessa civilização de “artistas de rua” que se espalhou pelo Brasil à fora. Tipos curiosos, dignos de um estudo sociólogo mais aprofundado e fonte de inspiração para outros artistas de percepção mais sensível.

 

O QUE É O CAMELO DO RISO?

É um espetáculo de rua, de praça, de palco, etc, concebido pelo artista múltiplo Valdeck de Garanhuns, com base, em pesquisa realizada na observação do comportamento desses vendedores-ambulantes, artistas de rua. Um show para fazer rir e pensar, com música, poesia e improvisos, com muita graça, muita alegria e um contexto educativo.

Em O CAMELÔ DO RISO, Valdeck conta lendas do Brasil recolhidas por Câmara Cascudo e Mario de Andrade, fala arte e cultura popular. Não vende nada, mas transmite conhecimentos sobre aspectos culturais do nosso povo, para o próprio povo. É o artista popular trabalhando em seu próprio habitat.

 

COMO SERÁ ESSE SHOW?

Valdeck de Garanhuns chega à moda dos camelôs. Traz porém um violão, um boneco chamado Benedito, um boneco ciclista e mais uma mala colorida. Na mala estão: um pandeiro, uma gaita, folhetos da literatura de cordel, livros, discos, e outros objetos interessantes ao show. O artista se instala em um determinado local, abre sua mala curiosa, e começa a função.

Professor Furustreca é o personagem base, engraçado e curioso, que sabe de “quase tudo e mais alguma coisa”. Um mascate da cultura, um viajante do tempo, criador de lorotas e contador de histórias incríveis. Cantador, violeiro, repentista, embolador de cocos, menestrel e fanfarrão.

O Professor Furustreca começa sua apresentação, dando um giro pelo meio do povo com o boneco ciclista. Depois volta para junto da sua mala e solta sua verve, se apresentando em versos para o público. Daí para frente ele passa uma hora divertindo o povo com histórias hilariantes, poemas, piadas, cocos, emboladas, cordéis, lendas brasileiras e mais um monte de gracejos peculiares.

 

QUAL A MENSAGEM DO CAMELÔ DO RISO?

Durante toda a apresentação, o Professor Furustreca, além de divertir o público com coisas pitorescas e informações valiosas sobre nossa cultura, leva as pessoas a refletirem mais sobre assuntos importantes relativos ao comportamento humano. Por exemplo: Cidadania e direitos humanos, saúde em geral, AIDS e DST, preconceitos sociais, preservação do meio ambiente, violência, drogas e suas conseqüências, trânsito, etc.

Tudo isso ele aborda com muita graça e ao mesmo tempo com um tom sério e misterioso peculiar ao personagem.

Seus objetivos são: diversão, mudança de comportamento, respeito à vida, valorização e preservação do nosso legado cultural.

 

CONCLUSÃO:

O Camelô do Riso é um show artístico-cultural, para ser apresentado ao ar livre, em ruas, praças, pátios, palcos, etc, com o intuito de divertir, informar e educar os assistentes. É um ato poético entre o artista e seus espectadores, e foi concebido do povo para o povo. 

     
Sítio do Valdeck de Garanhuns - Itapecerica da Serra - SP - Telefone 55 11 4667 6937 - design de Paulinho de Jesus